terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Desafortunados: Vratislav Gresko

Gresko é considerado uma das piores contratações da "Era Moratti" 

Arthur Barcelos, @arthurbarcelos_
De Marabá-PA 

Já ouviu falar? Não? Sorte a sua. Este rapaz “flopou” em grandes ligas, como Bundesliga, Serie A e Premier League. 

Nascido na pequena vila de Tajov, na Tchecoslováquia, Gresko iniciou sua carreira como futebolista no modesto Dukla Banská Bystrica aos 18 anos. Dois anos depois, mudou-se para o Inter Bratislava, um dos principais times na Eslováquia. 

Na capital eslovaca, passou a se destacar. Depois de duas boas temporadas, foi comprado pelo Bayer Leverkusen, na época o vice-campeão alemão. Junto com a mudança de clube, uma convocação para seleção eslovaca sub-21, para a disputa do campeonato europeu. Na Alemanha teve poucas oportunidades (principalmente por enfrentar a concorrência de Zivkovic e Zé Roberto), e nas chances que teve, não mostrou bom futebol. 

Porém pela seleção sub-21, encheu os olhos de Marco Tardelli, então assistente técnico da Itália. Poucos meses depois, Tardelli assumiria o comando da Internazionale, ocupando o lugar de Marcelo Lippi. Logicamente, Gresko foi uma das contratações pedidas pelo ex-jogador. Massimo Moratti desembolsou 14 milhões de euros no eslovaco! Valor absurdo na época, e atualmente. Gresko participou de 17 jogos, muito irregular, fez algumas boas partidas, mas também péssimas. 

Na temporada seguinte, Héctor Cúper foi contratado para ser o novo técnico do time azul de Milão. Com o argentino no comando, Gresko entrou em campo 23 vezes. Continuou irregular. Mas foi em um lance que teve toda sua carreira na Inter manchada. No último jogo da temporada pela Serie A, valendo Scudetto, o eslovaco da camisa 24 participou diretamente de um dos gols de Poborský, fazendo com que o time não só perdesse o jogo (4-2 para a Lazio), como a liderança (Juventus foi a campeã). 


Sem prestígio, foi passado ao Parma. No time da Emília-Romanha teve a concorrência do penta campeão Júnior. Jogou apenas cinco vezes. Em janeiro de 2003 foi para o Blackburn, por empréstimo com opção de compra. Na Premier League foi até bem, sendo comprado em agosto. Continuou com a boa fase, porém em dezembro uma infelicidade: sofreu uma grave lesão nos ligamentos cruzados. 


Mesmo recuperado da lesão, entrou em campo apenas seis vezes nas temporadas 2004/05 e 2005/06. Com o fim do contrato voltou à Alemanha, dessa vez para o Nuremberg. Nova decepção, e como free agent, regressou ao Bayer Leverkusen. 

Dois anos como reserva, entrando uma vez ou outra, Gresko parou em 2009. Dois posteriormente foi anunciado que voltaria aos campos. Assinou um contrato de quatro anos com o Podbrezová, modesto time da segundona eslovaca. Atualmente o time ocupa a segunda colocação, e Gresko tem jogado regulamente.

Nenhum comentário: