sábado, 12 de outubro de 2013

A América dos desfalques

Vite e Yuri comemoram mais um gol do América
Tudo começou numa conversa informal com o Leo Rossatto, mais uns dois ou três sujeitos, não achei que sairia daquilo, até que o Portes colocou cada vez mais gente na conversa e a coisa foi tomando forma. Eu, meio perdido, não dava muitas ideias, mas lia tudo o que estava acontecendo. 

Nunca estive engajado em algo do tamanho dessa Copa, apenas tentei em vão criar um time de várzea que nunca entrou campo apenas porque não consegui fechar o elenco. Se não conseguia entrar em campo como meu próprio time, nem jogar em nenhum time já existente, ajudar a criar um campeonato pra poder jogar não poderia ser uma má ideia. 

Depois de a Copa tomar forma e ganhar cada vez mais adeptos, não imaginava que chegaria ao tamanho que chegou, e creio que isso se deve as mentes doentias de todos nós que agitamos o tempo todo, irritando quem nos seguia. O clima adolescente que tomou conta do Twitter, também chegou à quadra e na noite anterior, quando tive a oportunidade de conhecer mais meia dúzia de amigos que estavam contando os minutos pra que a Copa chegasse. 

Chegamos atrasados na quadra, e o clima de festa contrastava com o olhar perdido da galera, que não sabia direito o que fazer, todos apertados na grade criando a nossa versão do Setor 2, com muita, mas muita corneta. 

Tirando meu nervosismo e alguns erros de finalização, sinto que meu time poderia ter ido mais adiante, talvez não pra ser campeão, mesmo com o entrosamento que pegamos com as reuniões, com direito até mesmo ao meu pai atacando de técnico™. Mas cada abraço, cada conversa sentido, cada amigo instantâneo que fiz, valeu mais que qualquer título individual ou coletivo.

Só tenho a agradecer aos organizadores pela oportunidade, parabenizar a todos, principalmente o Thom, o Portes e o Leopoldo que se desdobraram pra que tudo funcionasse. Agradecer também o Ciro que me hospedou e o Yuri que ficou responsável pela coleta do meu time só porque não tenho conta em banco (sim, é isso mesmo) e além de agradecer meus colegas. Espero sinceramente poder ver todos na próxima Copa. 

Nenhum comentário: