segunda-feira, 31 de outubro de 2011

A atenção que as coisa recebe

Ronaldinho foi hostilizado em Porto Alegre pela torcida gremista (GloboEsporte.com)

Rodrigo Salvador, @novosomsalvador
De Curitiba-PR

Na vida tem as coisa que todo mundo presta atenção, as que quase todo mundo presta atenção, as que quase ninguém presta atenção e as que ninguém presta atenção. No Brasileirão é diferente. Mentira, é igualzinho, é até mais claro.


As coisa que todo mundo presta atenção: Ronaldinho Gaúcho. Eu gosto dele, nego fala que é firulento (e é mesmo) mas ele firula e vai pra frente, não é um Robinho que chapela pra trás. Também não vejo tanto mau caratismo nele, acho que é coisa de quem cerca o cara. Mas ontem ele mandou mal. Chamou de murcho o peito que deu leite pra ele. Não precisa se render àquela putaria de não comemorar gol contra ex-time, mas não precisa de tanta babaquice, "ai essa torcida perto do mengaum não faz barulho" "ai to nem ai pra vcs" "ai essas nota com a minha cara kkkkk que grassado". Puto. Comemorei cada gol do Grêmio com a intensidade que o Ronaldinho mereceu.


As coisa que quase todo mundo presta atenção: Vai dar Corinthians, São Paulo, Botafogo e Fluminense na Libertadores. Vai cair América, Avaí, Atlético-PR e Ceará. E o motivo todo mundo já conhece, é que o de cima sobe e o de baixo desce. E nunca antes na história desse país os cabeças ganharam tanto e os lanternas perderam tanto na reta final. Ó o Galo, ganhou uma e já pulou pra 14º. Aquele papo de que quem tá lá embaixo começa a ganhar no fim MÓ-RREU.


As coisa que quase ninguém presta atenção: Vasco 0x0 São Paulo foi o único empate do campeonato dos empates. Será que nego finalmente sentiu o aperto do fim do ano? Porra, NOVE times tem 10 empates ou mais, e empate em pontos corridos brocha mais que chá de saquinho feito em chaleira nova. "Campeonato mais equilibrado do mundo" beleza, esse tanto de empate fode a graça do campeonato.


As coisa que ninguém presta atenção: Esse time do Figueira. Os dois laterais, Bruno Vieira e Juninho são cracaços, ABRE O OLHO VILSÃO. No returno, é o único time que não perdeu fora. Tá a 11 jogos invicto. Se fosse o Flamengo era NUOSSA MENGAUM MELHOR TIME, se fosse o Muricy era RUMUAL TITULO, se fosse o Neymar era penalti. Surpresa das boa esse time da arvinha. Tem mais gente boa por aí, tipo o Kempes do Coelho, o Felipe goleiro do Avaí, o "Uh é cruel, nosso guerreiro" Michel volante do Ceará, e aquele monstro do Deivid volante do CAP, que só perdeu uma bola pro Neymar o jogo todo. Todo time tem alguém realmente bom. Menos o Palmeiras.


(Bonus track) As coisa que só eu presto atenção: O Rafinha e o 4 do América se estranharam um tempão, se bateram, deram dedo no olho. O Rafinha ia pra finta, o cara ia se enfezando, desarmava e quem ouvia era o guri prodígio do Coxa. O zagueirão fez todas as merdas que podia até ser substituído. Saiu pela frente da torcida do Coxa que gritou alto no ouvido dele. Aí ele abaixa e vira a bunda pra galera por tipo um minuto. Assim, na cara de pau, na marrentice, na galhofa. Ganhou o troféu de filho da puta (sem asterisco) mais legal do Roubrasileirão, tomara que morra sem sofrimento.


E tem as coisa que passa batido mesmo, mas que eu ia curtir se vocês escrevessem nos comentários, pra não ficar enchendo esse texto meia-boca de linguiça. Grato, a direção.

3 comentários:

@diaba disse...

Há! Sensacional seu texto, Salvador! Concordo em relação aos times que ninguém presta atenção, mídia é uma m*rda, não tem jeito.

Parabéns pelo texto! ;)

mardruck disse...

Continue assim.

Rodrigo Salvador disse...

"Continue assim" é bem coisa de tia em aniversário hein? "Continua esse menino lindo, inteligente, honesto trabalhador... tudo de bom tá? [beijo na bochecha]"