sexta-feira, 22 de julho de 2011

Intervalo: Chegamos ao fim

Por Dimayma Belloni

Cansei! Preciso desabafar, é melancólico admitir o fim de uma história de amor, mas as pessoas precisam saber como você me decepcionou. Esse romance começou bem cedo, na verdade nem lembro quando, ou como foi. Sei apenas que quando me dei conta, já estava completa e perdidamente apaixonada!

Pensava o tempo todo em você, dormia e acordava com vontade de te ver, fazia absurdos, saía por aí sozinha, gastava meu dinheiro... tudo por você. Não serei ingrata. Admito que durante muitos anos esse amor foi recíproco.

Você me deu tantas alegrias! Me arrepio só de pensar em cada momento nosso de felicidade, em como você me deixava extasiada, por vezes até mesmo exausta, mas eu adorava tudo aquilo. Enfrentei chuva, sol, ficava em pé e sem comer por horas só pra te ver mais de perto. Tudo era festa! Era um tesão delicioso! Mas aí, o tempo passou e não sei explicar o que aconteceu com a gente.

Não sei se amadureci demais e as coisas acabaram perdendo o encanto, ou se fiquei intolerante e passei a não admitir mais seus erros... Sei que é triste, e como diz aquele samba, “chegamos ao fim/tá doendo sim...”

Hoje em dia, por mais que eu me esforce na tentativa de manter nossa relação, não rola mais. Ao seu lado, as horas se arrastam, tudo é chato, monótono e previsível. Eu não consigo. 

Fico te olhando e chega a doer ver em no que se transformou. Você ficou ganancioso e arrogante, só quer saber de ganhar dinheiro e acha que é melhor que todo mundo. Cadê aquela magia, aquela paixão? O que aconteceu com sua vontade de brincar na chuva, de sair por aí divertindo as pessoas? Seu jeito malandro, maroto, moleque... era tão mais charmoso do que esse ar empreendedor que você vestiu.

E agora, pergunto: o que vai ser da gente? Como vamos ficar daqui pra frente? Você vai deixar que eu continue por aí me distraindo com outros? Como eu queria que nos entendêssemos, que tudo voltasse a ser como era antes e você, Futebol, voltasse a ser o grande amor da minha vida.

2 comentários:

Nat Fox disse...

vc eh sensacional!! ;) mto bom o texto! surreendente e traduz oq mts sentem ;)

Tati Santos disse...

Sensacionalíssimo!!!!
Todos se perguntam onde ficou essa paixão...